Informativo

Laguna comemorando 341 anos de história

Postada em 29/07/2017 às 20:31:21
Laguna comemorando 341 anos de história
Centro Histórico Laguna

Uma das cidades mais antigas de Santa Catarina, Laguna comemora neste sábado, dia 29, 341 anos. As praias de águas claras e o Centro Histórico, mantido com a preservação das dezenas de casarões, tombados pelo Patrimônio Histórico Nacional são um convite aos turistas e um orgulho para os moradores.

A cidade é um dos destinos preferidos dos amantes da natureza. Encontram praias desertas como a do Gravatá e a Praia do Siri, que reservam cenários exuberantes, que só podem ser acessados a pé por meio de trilhas.

O Centro Histórico tombado pode ser considerada um campo de exploração a ser contemplado. O município engloba ecoturismo, turismo de aventura e até educacional. Qualquer canto pode ser uma oportunidade para se envolver com a natureza. Observação de botos, de baleias, caminhadas em morros e na beira da praia, passeios de bicicleta, surf e outras modalidades aquáticas formam a variada gama de opções que vão da praia de Itapirubá ao Farol de Santa Marta e somam 20 praias.

Dados

Laguna tem uma população de 44.316 habitantes, com 34.257 mil eleitores. A cidade somou um PIB a preços correntes de R$ 560.718,00, conforme IBGE.

Tem sua economia voltada para o turismo, prestação de serviços e pesca, com uma indústria pesqueira voltada para a captura e processamento de pescado.

História

Fundada em 29 de julho de 1676, o nome da cidade teve sua origem na lagoa ligada ao mar, denominada na geografia de laguna, assim surgiu o nome da cidade.

A vila foi elevada à condição de cidade, com denominação de Laguna, por Lei Provincial n.º 239, de 15-04-1847.

Seus primeiros habitantes foram os povos dos sambaquis, homens pré-históricos, que viviam da pesca em regiões de lagoas e mar. Depois vieram os indíos, os portugueses, negros, italianos, alemães e outros. Cada etnia deixou sua marca encontrada na arquitetura, gastronomia e histórias.

O porto de Laguna abastecia as cidades da região, canal de acesso do norte do país ao sul.

Em 1839, foi palco da Revolução Juliana que transformou a história de Laguna, onde a lagunense Anita de Jesus Ribeiro conheceu Giuseppe Garibaldi e levou o nome da cidade e sua história para todo o mundo.

Tem um centro histórico tombado que recebe centenas de turistas todos os anos.

Sua gastronomia, baseada em frutos do mar, pode ser degustada o ano todo.

Em Laguna, o visitante poderá apreciar a pesca com auxílio dos botos no canal dos Molhes.

A alegria de seu carnaval leva multidões atrás do trio elétrico e do samba.

Seu extenso litoral, são 40 quilômetros de praias, conquista visitantes apreciadores da natureza, refúgio e também de agito.

 

Fonte: Secretária de Comunicação Social de Laguna

Texto: Fabiana Pangrácio - 3895 JP 

          Taís Sutero - 1796 JP 


Postado por: Jurandir Figueiredo

Imagens da notícia

Deixe seu comentário

Outras notícias

Compartilhar: