Informativo

Ponte Anita Garibaldi - Equipamento Treliça lança aduelas

Postada em 18/09/2013 às 22:22:03
Ponte Anita Garibaldi - Equipamento Treliça lança aduelas
Treliça - Instalação de aduelas

O Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (DNIT), através do consórcio Ponte de Laguna, formado pelas empresas Camargo Corrêa-Aterpa/M.Martins-Construbase, iniciou nesta semana, o içamento e instalação das aduelas para construção da ponte sobre o Canal de Laranjeiras. A estrutura está montada e opera sobre os vão Norte da ponte, na frente de obras de Cabeçuda.
O equipamento é novo, vindo de Portugal para Laguna, para ser utilizado exclusivamente nas obras da ponte. A estrutura de metal mede aproximadamente 131 metros de comprimento, com 12 metros de altura, contanto do tabuleiro (parte superior do pilar) e cerca de nove metros de largura, sendo o maior equipamento em operação no empreendimento. A treliça tem base fixa, atrelada aos pilares, e um guindaste móvel que desliza sobre a estrutura, içando as aduelas. A treliça-lançadeira tem capacidade de carga de 1260 toneladas, sendo capaz de erguer um vão com 14 aduelas – 48 metros de comprimento –, pesando cerca de 1211toneladas, ou o mesmo peso de 1279 carros Wolkswagem Gol G6. Cada vão deve ficar pronto em cinco dias, considerando as condições climáticas para operação na lagoa Santo Antônio dos Anjos.
O consórcio estima que 30 pessoas serão necessárias para operação do equipamento e realização das atividades de construção civil envolvidas (colagem e tencionamento de cabos de aço das aduelas, etc.). Todos os profissionais das empresas integrantes do consórcio têm experiência em outros modelos de treliça-lançadeira, e receberam treinamento do fabricante para operar o modelo adquirido para construção da Ponte de Laguna.
Como é o processo de içamento e instalação das aduelas
O içamento e instalação das aduelas vai começar da cabeceira Norte até o trecho estaiado. Depois a instalação das aduelas será retomada da cabeceira Sul, no Bananal, seguindo até os mastros centrais. No vão central da ponte, a instalação das aduelas será feito por outro tipo de equipamento.
Cada vão da ponte será constituído de 14 aduelas, sendo 12 unidades com 3,65 metros de comprimento, nove metros de largura e 3,2 metros de altura. As outras duas aduelas terão 1,60 metros de comprimento mantendo as demais medidas. Cada unidade pesa cerca de 90 toneladas. A construção das unidades é realizada sobre bases de concreto, em duas etapas, sendo a primeira a laje de fundo e a segunda as vigas e laje superior. Para execução das peças são utilizadas ferragens, formas e cimbramentos (estruturas de suporte provisórias) especiais, e concreto, garantindo a geometria e resistência previstas em projeto. O objetivo do consórcio é manter estoque de, ao menos, 16 vãos para dar suporte logístico ao transporte e instalação das aduelas.

As aduelas serão acrescidas de abas laterais, para dar a largura de pistas, que variam de 24 a 26 metros. Ao todo, serão utilizadas 706 unidades de aduelas para construção das pistas da ponte sobre o Canal de Laranjeiras.
O processo inicia com a suspensão e reserva das aduelas nº 8 a 14;
Enfiação dos cabos de protensão (tencionamento dos cabos de aço);
Realização da protensão definitiva e desmontagem das barras pré-esforçadas (de colagem);
Desmontagem das barras de suspensão de aduelas e posicionamento final do vão;
Grauteamento (Aplicação de argamassa com aditivo especial) dos aparelhos de apoio e preparação para avanço da treliça;
Avanço da treliça para o apoio seguinte.
Depois de içadas, as aduelas vão receber aplicação de adesivo estrutural a base de epóxi entre cada unidade. Em cada ligação de aduelas serão instaladas cindo barras de aço carbono pré-tensionadas, para compressão e cura da cola. Após essa etapa o vão montado é protendido (esticado) e as barras são desmontadas para serem reutilizadas no próximo vão.

Postado por: Jurandir Figueiredo - Fonte Site: PML: www.laguna.sc.gov.br

Imagens da notícia

Deixe seu comentário

Outras notícias

Compartilhar: